Maria, a Madalena

madalena-600x600Seja bem-vindo a João 20:11-18. Estaremos fazendo uma devocional, refletindo sobre, no meu modo de entender, uma das mais expressivas perguntas no contexto da individualidade, aplicada ao culto cristão. Culto não como um ritual litúrgico alienante do individualismo, mas como um processo dinâmico de relacionamento koinônico. Por isso esta pergunta – “Por que Choras?” – deve ser concebida como um estimulante à sensibilidade de adoradores racionais. Adoradores conscientes. Adoradores sob a sombra da cruz.

O nosso desafio neste processo de adoração, em face ao interrogar divino, consiste no fato de que às vezes choramos por não encontrar aquilo que procuramos; em não discernir aquilo que vemos; em não entender aquilo que ouvimos. Mas, sobretudo, em transformar a manifestação da graça divina em nossas vidas em um “amuleto” diante da manifestação do amor de Deus como se fôssemos uma classe de privilegiados, numa evolução de espiritualidade.

Devemos, pois, estar conscientes que a vontade de Deus manifestada a nós, é exclusivamente por um ato de amor, diante da nossa incapacidade de não saber, de não discernir e de não entender.

About the author: prfrankribeiro

Leave a Reply

Your email address will not be published.